Transição

Quero meus cachos de volta, e agora? #dicas

Sumário: Introdução; Significado da transição capilar; Duração; Depoimentos; Dicas para a transição capilar.


      Quem nunca fez essa pergunta? Ela é fácil de responder: ou é sim ou é não. Entretanto, o bicho pega mesmo é no momento em que resolvemos embarcar nessa jornada conhecida como “transição capilar”.

Mas o que é a transição capilar?

   A transição capilar é justamente o período em que você para de dar química(transformadoras do fio) e deixa com que seu cabelo cresça naturalmente até chegar ao momento do grande corte, que é usualmente chamado por “big chop”.

Devo entrar na transição capilar?

      Se você procura por autoaceitação, autoestima, desconstrução de padrões, saúde mental e capilar, então sim, eu aconselho muito pois é recompensador. Acredite!

      Mas vou logo alertando que devemos ter calma! E viver cada momento com nossos cabelos.

PORÉM, NÃO SE PODE USAR QUAISQUER TIPOS DE QUÍMICA QUE MUDE A ESTRUTURA DO FIO NA TRANSIÇÃO!!! Pintar pode, relaxe.

“Posso usar chapinha na transição?”… conselho pessoal é para não utilizar. Mas se você ainda não está confortável com a nova situação, nada contra! Moderação é a palavra, pois infelizmente vai danificar o fio e pra ele se recuperar vai demorar um pouquinho…

Duração

      A duração é uma pergunta extremamente pessoal e também árdua. Segundo o site Beleza Extraordinária, o cabelo cresce por ano até 12cm. No entanto é você quem dita as regras! Algumas não gostam do cabelo curto e optam por esperar todo esse tempo, outras querem logo se livrar da “química”. Pessoas sem muita sorte -só que não- o crescimento não chega a 1cm por mês-. 

         O importante que devo salientar aqui é: VOCÊ TÊM TOTAL AUTONOMIA PARA DEFINIR O RITMO DE SUA TRANSIÇÃO. No entanto, infelizmente, quanto maior for o período de transição mais dolorido será. Por conta das texturas as quais seu cabelo poderá a ter: lisa e cacheada ou lisa e ondulada. Ou todas as três ao mesmo tempo! Meu conselho? Gata(o), não perca tempo podendo ser feliz. Opte pela felicidade!!!!

      Olha aí esse vídeo, foi bem emocionante.

Depoimentos de quem entende e já passou por esse período

      Ayla Affonso do grupo Plantão dos Cachos optou por algo mais natural, sem disfarçar nada, deixando o cabelo como ele queria ficar. “Cortei depois que descolori e as pontas que já eram alisadas ficaram mais espigadas”.

      Algumas optam por cortar a parte lisa do cabelo com poucos meses de transição, foi o caso da Lene “Com quatro dedos de crescimento já fiz meu Big Chop, não tenho paciência pra fazer textura, nem tempo…”

      Para muitas é um ato de realização e confirmação pessoal. Segundo Graça Nita também do grupo Plantão dos Cachos “O Big Chop é algo muito sério… mexe demais com a auto estima, mas é, sem dúvidas, libertador! Tem que ser muito forte para conseguir fazê-lo porque o ser humano é muito cruel e as opiniões preconceituosas sempre são ditas, infelizmente! Agora uma coisa é fato, como pudemos passar tanto tempo de cabelos alisados?! Felicidade é o meu nome desde que aceitei os meus cachos! E a opinião dos outro pra mim… passou a ser NADA em relação à tudo! Passei a me conhecer melhor e ser uma mulher mais decidida em todos os sentidos… mudei! E em 2017 os meus cachos vão crescer e me faz ainda mais feliz!”

Dicas para a Transição Capilar

a) Texturização: Já ouviu falar? Não?! É uma técnica para diminuir as diferenças de textura ao qual seu cabelo têm no período de transição. Miga(o)! Assiste esse vídeo da cacheada Bru Caixeiro que você vai entender direitinho:

b) Bandana: É basicamente uma fita de pano que você pode montar variados looks estilosos enquanto ela disfarça a sua raiz. Vem ver um penteado bem estiloso da famossísima Rayza Nicácio:

c) Coque: Esse é recomendado para TODAS, né?! Mas vamos a um vídeo tutorial de arrasar da ondulada Dayanne Possoly:

d) Fitagem: Essa técnica é amiga de toda cacheada/ondulada e crespa porém há quem diga que na transição ela também funcione. Digo assim porque comigo não funcionou, porém eu passei por outros processos que explico depois. Inclusive recomendo o uso de cremes com a textura mais consistente e grossinha porque ‘ralinho’ não vai funcionar. Gel e gelatina? INDISPENSÁVEL!! Ahh… existem diferentes tipos de fitagem e já que você quer voltar ao mundo maravilhoso dos cachos, aconselho dar uma olhada nesses vídeos:

e) Assista vídeos de antes e depois: deu desânimo? assista vídeos de amigas cacheadas que já passaram pela transição e conseguiram a vitória (hahaha) mais conhecida por felicidade. Recomendo alguns logo abaixo porém digo: É só pra não desanimar mas não é pra colocar na cabeça que quer um cabelo IGUAL ao da coleguinha porque não rola, hein?!

Notou que tem diferença pra carambolas, né?!

f) Grupos: Participem de grupos no facebook. Recomendo muito pois será neles que vocês irão trocar muita experiência sobre produto, transição, rotina capilar e por aí vai…

      Vale seguir instablogs, hein?! Com absoluta certeza porque são inspirações e ainda você pode bater um papo com as blogueiras. Minhas inspirações maiores: Eu mesma!; a Bru da Morena Raiz Blog; A Sara do Cachos de Sara; As minhas conterrâneas: Fran do Trocando Fuxicos e a Lusi do Livre Utopia.

O que não vale nessa fase é desistir! Informação temos aos bucados. Que a força esteja com você!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s